quinta-feira, 18 de julho de 2013

Em todas as ruas te encontro...








Em todas as ruas te encontro
em todas as ruas te perco
conheço tão bem o teu corpo
sonhei tanto a tua figura
que é de olhos fechados que eu ando
a limitar a tua altura
e bebo a água e sorvo o ar
que te atravessou a cintura
tanto tão perto tão real
que o meu corpo se transfigura
e toca o seu próprio elemento
num corpo que já não é seu
num rio que desapareceu
onde um braço teu me procura

Em todas as ruas te encontro
em todas as ruas te perco.

MÁRIO CESARINY, in PENA CAPITAL (1957), (Assírio & Alvim, 2004)



2 comentários:

  1. Encontrar e perder, esse o Destino do homem...
    Beijinhos.
    HD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. Eu gosto mais de encontrar.
      Obrigada pela sua visita.
      Bjs

      Eliminar

.

.

Banhinho

Banhinho
Loading...

ROGER

Related Posts with Thumbnails

A flor mais grande do mundo

Número total de visualizações de página