segunda-feira, 3 de março de 2014

Se o vires...





Se o vires...


Se o vires, diz-lhe que o tempo dele não passou;
que me sento na cama, distraída, a dobar demoras
e, sem querer, talvez embarace as linhas entre nós.
Mas que, mesmo perdendo o fio da meada por
causa dos outros laços que não desfaço, sei que o
amor dá sempre o novelo melhor da sua mão. Se

o encontrares, diz-lhe que o tempo dele não passou;
que só me atraso outra vez, e ele sabe que me atraso
sempre, mas não de mais; e que os invernos que ele
não gosta de contar, mas assim mesmo conta que nos
separam, escondem a minha nuca na gola do casaco,
mas só para guardar os beijos que me deu. Se o vires,

diz-lhe que o tempo dele não passa, fica sempre.

Maria do Rosário Pedreira





3 comentários:

  1. Se eu o vir vou lhe avisar, saberá que há todo esse amor para ele?
    Beijinhos, minha querida.
    HD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sabe não.
      Beijinhos, obrigada por ter vindo.

      Eliminar
  2. A Maria do Rosário Pedreira a tecer as palavras do amor como ninguém...
    Beijos.

    ResponderEliminar

.

.

Banhinho

Banhinho
Loading...

ROGER

Related Posts with Thumbnails

A flor mais grande do mundo

Número total de visualizações de página